Notícias

 

Pesquisa imunogenética mostra que parcela das gestantes do RN são susceptíveis à toxoplasmose

A maior suscetibilidade à infecção por toxoplasma gondii pode ser associada ao alelo SN48 G do rs4819554 (IL17RA) em gestantes brasileiras.

"O Brasil está entre os países com maiores incidências de  toxoplasmose, uma das zoonoses mais comuns em todo o  mundo. [...] Quando infecta mulheres grávidas e é transmitida aos  fetos, ocorre a chamada toxoplasmose congênita, doença que  pode causar morte, aborto e induzir danos no cérebro e nos olhos  dos bebês infectados. No Rio Grande do Norte, o Laboratório de  Biologia da Malária e Toxoplasmose (Labmat/UFRN) constatou  mais de 60% de prevalência para a toxoplasmose gestacional,  com possível comprometimento fetal. [...] Os resultados, tomados  em conjunto, sugerem evidências imunogênicas de suscetibilidade  à infecção por T. gondii causada pelo alelo G rs4819554 (IL17RA)  em gestantes brasileiras.  Esse é o primeiro trabalho científico em relação a toxoplasmose e estes SNPs." 

Leia a reportagem na íntegra clicando aqui.